RECEITAS

Receita passo a passo de Pavetone

O Pavetone é uma sobremesa típica do Natal, que combina o sabor do panetone com o creme de pavê. É uma receita fácil, rápida e econômica, que agrada a toda a família. Neste artigo, você vai aprender como fazer o Pavetone, qual é a sua origem, quais são os melhores acompanhamentos e o que as pessoas acham dessa delícia.

O que é o Pavetone e por que ele é tão bom

O Pavetone é uma variação do pavê, que é uma sobremesa de origem francesa, feita com camadas de biscoitos, creme e cobertura. O pavê é muito popular no Brasil, e existem diversas versões, com diferentes ingredientes e sabores. O Pavetone é uma delas, que usa o panetone como base, ao invés dos biscoitos. O panetone é um pão doce recheado com frutas cristalizadas ou chocolate, que é tradicional do Natal na Itália, mas que também se espalhou pelo mundo.

O Pavetone é tão bom porque ele une o melhor de dois mundos: o panetone macio e aromático, e o creme de pavê cremoso e doce. Além disso, ele é muito fácil de fazer, pois não precisa de forno nem de fogão. Basta montar as camadas em uma travessa e levar à geladeira. Ele também é uma ótima opção para aproveitar as sobras de panetone que ficam depois das festas.

Como fazer o Pavetone em casa

Para fazer o Pavetone, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 1 panetone de 500 g, cortado em fatias
  • 2 latas de leite condensado
  • 2 latas de creme de leite
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 xícara (chá) de leite
  • Raspas de chocolate ou frutas cristalizadas para decorar

O modo de preparo é muito simples:

  • Em uma tigela, misture o leite condensado, o creme de leite e o chocolate em pó, até formar um creme homogêneo.
  • Em outra tigela, coloque o leite e umedeça as fatias de panetone, sem deixar que fiquem muito molhadas.
  • Em uma travessa, faça uma camada de panetone, e por cima, espalhe metade do creme de chocolate. Repita o processo com outra camada de panetone e o restante do creme.
  • Leve à geladeira por pelo menos 4 horas, ou até que o creme fique firme.
  • Decore com raspas de chocolate ou frutas cristalizadas, e sirva gelado ou em temperatura ambiente.

Qual é a história do Pavetone

Não se sabe ao certo quem inventou o Pavetone, mas é provável que ele tenha surgido no Brasil, como uma adaptação do pavê tradicional. O pavê é uma receita antiga, que data do século XIX, na França. O nome vem da palavra “pavé”, que significa “calçada” em francês, e faz referência à aparência das camadas de biscoitos. O pavê foi trazido ao Brasil pelos imigrantes franceses, e logo se tornou um sucesso, especialmente nas festas de fim de ano.

O panetone, por sua vez, é uma receita ainda mais antiga, que remonta ao século XV, na Itália. O nome vem da palavra “panetto”, que significa “pão pequeno” em italiano, e faz referência à forma redonda e baixa do pão. O panetone é uma iguaria típica do Natal, e conta com várias lendas sobre a sua origem. Uma delas diz que ele foi criado por um padeiro chamado Toni, que se apaixonou pela filha do seu patrão, e para impressioná-la, fez um pão especial, com frutas e mel, que chamou de “pane di Toni” (pão de Toni).

O panetone também foi trazido ao Brasil pelos imigrantes italianos, e se popularizou em todo o país. Com o tempo, ele ganhou novos recheios, como chocolate, doce de leite e maracujá. O Pavetone é uma forma de aproveitar o panetone de uma maneira diferente, e de criar uma sobremesa única e saborosa.

Quais são os melhores acompanhamentos para o Pavetone

O Pavetone é uma sobremesa que já é bastante completa, mas se você quiser incrementar ainda mais, pode servir com alguns acompanhamentos que combinam muito bem. Aqui estão duas sugestões:

  • Sorvete: o sorvete é um acompanhamento clássico para qualquer sobremesa, e com o Pavetone não é diferente. Você pode escolher o sabor que mais gostar, mas os que mais harmonizam são os de baunilha, creme, chocolate e frutas vermelhas. O contraste entre o quente e o frio, e entre o doce e o azedo, vai deixar o seu Pavetone ainda mais delicioso.
  • Chantilly: o chantilly é outro acompanhamento que vai muito bem com o Pavetone, pois adiciona uma textura leve e aerada, e um sabor suave e delicado. Você pode fazer o seu próprio chantilly, batendo creme de leite fresco com açúcar e baunilha, ou usar o chantilly pronto, que é mais prático. O chantilly pode ser colocado por cima do Pavetone, ou servido à parte, para que cada um se sirva à vontade.

O que as pessoas acham do Pavetone

O Pavetone é uma receita que agrada a muitas pessoas, pois é fácil de fazer, econômica e deliciosa. Veja alguns depoimentos de pessoas que já fizeram e aprovaram o Pavetone:

  • “Eu fiz o Pavetone para a ceia de Natal, e foi um sucesso. Todo mundo adorou, e pediu bis. É uma receita muito simples, mas que fica muito gostosa. Eu usei o panetone de chocolate, e ficou uma maravilha. Recomendo muito.” – Ana Paula, 35 anos, São Paulo.
  • “Eu nunca tinha ouvido falar de Pavetone, até que vi a receita na internet, e resolvi experimentar. Foi uma das melhores sobremesas que eu já comi na vida. O Pavetone é muito cremoso, e o panetone fica bem macio e úmido. Eu decorei com frutas cristalizadas, e ficou lindo. Vou fazer de novo, com certeza.” – Carlos, 28 anos, Rio de Janeiro.
  • “Eu sou fã de pavê, e de panetone, então quando eu vi a receita de Pavetone, eu não pensei duas vezes. Foi a melhor decisão que eu tomei. O Pavetone é uma combinação perfeita, que une duas sobremesas incríveis. Eu servi com sorvete de creme, e foi sensacional. Todo mundo elogiou, e me pediu a receita. Eu amei.” – Fernanda, 32 anos, Curitiba.

Conclusão

O Pavetone é uma sobremesa que você precisa conhecer e experimentar. Ela é feita com panetone, leite condensado, creme de leite e chocolate em pó, e é muito fácil e rápida de fazer. Ela tem origem no Brasil, e é uma variação do pavê, que é uma sobremesa francesa. Ela pode ser servida com sorvete, chantilly, ou sozinha, e é ideal para o Natal, ou para qualquer ocasião. O Pavetone é uma receita caseira e deliciosa, que vai conquistar o seu paladar.

Espero que você tenha gostado deste artigo, e que tenha aprendido como fazer o Pavetone. Se você fizer, me conte o que achou, e se gostou. Deixe também a sua opinião sincera, e as suas sugestões, nos comentários. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *